top of page
  • Foto do escritorMaginna Studio

Como nasce uma identidade visual?

Já teve curiosidade em saber como é criado um projeto de identidade visual? Confira o passo a passo do nosso processo no post de hoje!


Como nasce uma identidade visual?

Ter uma identidade visual é essencial para gerar credibilidade e reconhecimento para sua marca e expandir seu negócio. Mas como fazer um projeto tão complexo como esse sair do papel? Hoje nós vamos compartilhar um pouco do nosso processo criativo e explicar todas as etapas.


Vem com a gente!


1. Pré-briefing & briefing


Briefing nada mais é do que um nome bonitinho para designar o conjunto de informações fornecidas pelo cliente para que o projeto possa ser realizado. Aqui na empresa, dividimos o processo em duas etapas: pré-briefing e briefing.


O pré-briefing é obtido através de um formulário inicial, onde coletamos as informações básicas do projeto para poder definir um orçamento. A partir dessas respostas, marcamos uma reunião remota com o cliente para finalizar o briefing e coletar as informações de forma mais completa e aprofundada, compreendendo melhor a história da marca.


Quanto mais desenvolvido e detalhado o briefing for, mais fácil será a realização do projeto, pois seu objetivo é guiar a equipe durante todo o processo, tendo sempre em mente as necessidades do cliente e da empresa.


Dentre as informações contidas nesse documento, podemos destacar informações de contato, informações sobre o projeto (sobre o que se trata, qual o objetivo, prazo) e sobre a marca (história da empresa, propósito, público-alvo, diferencial, etc).


Depois desse processo, realizamos uma reunião interna com nosso time para estudar e analisar o briefing e a marca, pontuando estratégias para desenvolver a identidade e atender às expectativas do cliente.


2. Pesquisa


Nessa etapa realizamos uma análise de similares aprofundada para entender quais são os concorrentes do mesmo nicho, suas forças e fraquezas, como funciona aquele mercado, etc. Além disso, ajudamos o cliente a definir público-alvo e persona(s), caso ainda não haja. Com essas informações, conseguimos determinar a melhor estratégia para utilizar o design a favor da marca, de acordo com seus objetivos e necessidades.


3. Definição do conceito


A essa altura, já temos informações suficiente - público-alvo, similares, arquétipos, posicionamento da marca, objetivos - para definir o conceito inicial do projeto, ou seja, o caminho que iremos seguir.


O conceito não inclui escolha de cores ou fontes (essa parte vem depois), apenas uma visão geral do projeto.


Depois de termos isso definido, criamos um moodboard/painel semântico onde reunimos imagens que representem o conceito para nos guiar visualmente.


Por fim, sintetizamos esta e a última etapa em um arquivo PDF e enviamos para a aprovação do cliente.


4. Criação


Depois de receber um ok do cliente, iniciamos finalmente a etapa de criação fazendo diversos rascunhos e esboços, sem filtro. É importante mencionar que a pesquisa nunca é completamente deixada de lado, muitas vezes ocorrendo de forma simultânea à criação. Ela é extremamente importante pois nos dá embasamento para definir a melhor solução para a marca.


5. Afunilamento de ideias e refinamento


Em equipe, analisamos nossas ideias e discutimos qual o melhor caminho a seguir. A partir daí, refinamos a proposta escolhida, que melhor representa a marca.


6. Finalização e apresentação


Ao final, fazemos uma apresentação completa do projeto, explicando cada passo e decisão. Marcamos uma última reunião com o cliente para mostrar o resultado e esperamos que ele ame a ID tanto quanto nós! 💜


Gostou do post de hoje? Restou alguma dúvida sobre o nosso processo? Comenta aí embaixo!


Não se esqueça de nos acompanhar no Instagram, estamos sempre por lá 🤠


Até a próxima!

22 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

댓글


bottom of page