top of page
  • Foto do escritorMaginna Studio

Criando uma comunidade global: análise do rebranding da Airbnb



Hoje podemos dizer que a Airbnb revolucionou a forma como as pessoas viajam. A plataforma digital permite que qualquer pessoa disponibilize acomodações ao redor do mundo e é uma alternativa às hospedagens tradicionais, muitas vezes saindo bem mais em conta. Além disso, eles oferecem experiências únicas em locais exóticos, como castelos, chalés, barcos, trailers, etc.


A empresa começou quando três amigos decidiram alugar colchões infláveis em seu próprio apartamento para atender à demanda gerada por uma conferência de designers na cidade. Esse episódio rendeu muito além de um dinheiro extra: os futuros empreendedores fizeram novas amizades e conheceram pessoas incríveis com quem trocaram conhecimentos que levariam para a vida toda.


Criando uma comunidade global: análise do rebranding da Airbnb
Quem usa o Airbnb não está somente se hospedando em um local, mas sim adquirindo novas experiências e se conectando a novas culturas e pessoas. Imagem: AdAge.

Isso foi tão marcante que virou o propósito da empresa: muito mais do que um serviço de hospedagens, a marca deseja que cada cliente se sinta em casa em qualquer lugar do mundo. Para eles, esse conceito de pertencimento é muito importante, assim como o de comunidade. Com um serviço humanizado, a empresa resgata valores como a confiança no outro e o amor ao próximo, criando uma comunidade diversa da qual se orgulha. Assim, a Airbnb diferencia-se de outros serviços de viagem, que se tornaram robotizados e impessoais.


Mas os logotipos antigos não transmitiam esses valores, e a empresa não tinha um posicionamento sólido:


Criando uma comunidade global: análise do rebranding da Airbnb
Logotipo da Airbnb em 2007

Quando Brian Chesky e Joe Gebbia, dois dos fundadores da empresa, desenvolveram o primeiro logotipo em 2007, eles não tiveram muito tempo para se dedicar ao projeto. Na época, o nome era AirBed & Breakfast, descrevendo de maneira literal o que eles ofereciam aos clientes: colchões de ar e café da manhã. O logotipo possuía uma tipografia arredondada e cores vibrantes, dando um ar amigável e divertido.


Logotipo da Airbnb em 2008

Em 2008, o logo foi atualizado para uma versão branca e azul com uma fonte cursiva. Ele mantinha a aparência amigável e a tipografia tinha um efeito “inflado”, como os colchões de ar. Ainda assim, não possuía muita personalidade e nem refletia a essência da marca. Gebbia recorda que a empresa estava crescendo muito rápido e essas identidades foram criadas na mesma velocidade, para uso temporário e urgente.


Mais tarde, aproveitando a série de transformações dentro da empresa, que estava a caminho de se tornar uma marca global, a equipe decidiu solucionar de uma vez por todas esse problema e finalmente adotar uma identidade e uma estratégia de branding sólidas.


Para comunicar a verdadeira essência da empresa, eles embarcaram em um estudo de marca junto com a agência DesignStudio, que durou um ano. O time imergiu completamente no universo Airbnb: quatro membros da agência viajaram para treze cidades e ficaram em dezoito hospedagens, registrando tudo que presenciavam e entrevistando funcionários.


Em 2014 foi lançada a nova identidade em um dos projetos de rebranding mais completos que já vimos! Vamos entender essas mudanças?


Vale lembrar que redesign é diferente de rebranding, pois trata-se apenas da atualização de um projeto de design que já existe, enquanto o rebranding gera uma mudança em todo o posicionamento da marca.


Bélo: símbolo de pertencimento e comunidade



Criando uma comunidade global: análise do rebranding da Airbnb
Conheça o Bélo

O novo projeto comunica a história da marca, seus valores e propósitos através de um símbolo simples, mas com muito significado.


O símbolo, que foi chamado de Bélo, aceita as diferenças e se orgulha da diversidade. E o mais legal: ele é compartilhável! É tão simples que qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, pode desenhá-lo e, mesmo assim, nunca sairá igual. A proposta de design reflete a comunidade única e diversa que é a Airbnb.


Imagem: Geospatial World

Além de expressar a essência da empresa, um dos maiores objetivos da identidade era ampliar a presença da marca para além do mundo online, construindo um universo mágico do qual todos queiram fazer parte.


Antes, quando o cliente chegava em sua acomodação, sua interação com a marca terminava no app, sem nada para dar as boas-vindas ou indicar que aquele era um espaço Airbnb. Agora, o novo símbolo pode ser aplicado em vários outros locais e produtos: “Imagine que um dia você esteja andando por uma rua e veja o símbolo em uma janela, você saberá que aquele é um espaço Airbnb que poderá ser compartilhado.”, diz Chesky, que espera que o logotipo torne-se um símbolo universal do ato de compartilhar.


“Airbnb é sobre pertencer e compartilhar."

O novo logo combina os pilares que, juntos, formam a Airbnb: pessoas, lugares e amor. O desenho arredondado condiz com a tipografia em caixa baixa (letras minúsculas), transmitindo uma sensação de proximidade.


Criando uma comunidade global: análise do rebranding da Airbnb
Imagem: Yeti.

O azul, uma cor calma que expressa segurança, não combinava com a marca. Assim, ele foi substituído pelo rosa, que se destaca e expressa muito melhor as ideias de pertencimento e acolhimento. Embora rosa e branco sejam as cores principais, a marca também possui aplicações em diferentes cores, padrões e texturas, representando sua diversidade e versatilidade.



E aí? Curtiu o conteúdo? O que você acha da identidade da Airbnb?


Não se esqueça de compartilhar se você gostou e de acompanhar a gente no Instagram, estamos sempre por lá!


Até o próximo post!

276 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page